Nosso Portfólio :: Para Você

Psicoterapia especializada em:

Transtornos depressivos

Distúrbio mental caracterizado por depressão persistente ou perda de interesse em atividades, prejudicando significativamente o dia a dia.

As causas possíveis incluem uma combinação de origens biológicas, psicológicas e sociais de angústia. Cada vez mais, as pesquisas sugerem que esses fatores podem causar mudanças na função cerebral, incluindo alteração na atividade de determinados circuitos neuronais no cérebro.

Transtornos de ansiedade

Preocupação intensa, excessiva e persistente e medo de situações cotidianas. Podem ocorrer frequência cardíaca elevada, respiração rápida, sudorese e sensação de cansaço.

A ansiedade pode ser normal e é um indicador de doença subjacente somente quando os sentimentos se tornam excessivos, obsessivos e interferirem na vida cotidiana.

Transtornos de adaptação

Também chamado de stress emocional. Pode ser definido como um estado de desequilíbrio do funcionamento psíquico e orgânico que ocorre quando o organismo necessita utilizar seus recursos psicobiológicos para lidar com eventos que exijam uma ação defensiva. O transtorno de adaptação é desencadeado pela necessidade da pessoa de lidar com algo que ameaça sua homeostase ou equilíbrio interno. Quando os recursos do momento são insuficientes devido à vulnerabilidade pessoal ou à ausência de estratégia de enfrentamento ou, ainda, pela gravidade ou intensidade do estressor presente, o organismo pode ser afetado em sua plenitude com consequências graves para sua saúde física ou mental.

Síndrome de Burnout

Caracterizado como um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, definido por Herbert J. Freudenberger como “(…) um estado de esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida profissional”.

Assédio Moral

Na prática, o ato de expor o empregado a situações humilhantes (como xingamentos em frente dos outros empregados), exigir metas inatingíveis, agir com rigor excessivo ou colocar “apelidos” constrangedores no empregado, são alguns exemplos que podem configurar o assédio moral.
São atitudes que, repetidas com frequência, tornam insustentável a permanência do empregado no emprego, podendo causar danos psicológicos e até físicos, como doenças devido ao estresse causado pelo assédio.

Envelhecimento e Aposentadoria

Muitas são as dúvidas em relação ao melhor momento para se aposentar após anos de dedicação a uma atividade laboral na qual muitas vezes se deposita a vida, ou a maior parte do tempo dela. A palavra “aposentadoria” em si já traz uma conotação negativa, culturalmente associada ao simbolismo da inação, perda de qualidade de vida, até mesmo, desocupação. Pensando no sofrimento emocional existente neste cenário, temos como foco refletir e criar caminhos e estratégias que auxiliem você a administrar essa etapa da vida de maneira mais saudável e positiva.

Cuidados Paliativos, Perdas e Luto

Nem sempre estamos preparados para as perdas que fazem parte da vida (reais ou subjetivas) e essa inabilidade para lidar com as mudanças, a própria finitude ou a perda dos que nos são caros pode ser fator de adoecimento emocional para muitos. Desenvolver maior resiliência diante dos reveses da vida é de suma importância para uma vida mais equilibrada e com qualidade, e para que tenhamos estratégias emocionais de enfrentamento diante das mudanças, perdas reais ou de expectativas irrealistas, cujo instrumento de apoio importante nesse processo é a psicoterapia.

Para essas e outras questões de ordem emocional, marque uma avaliação.

daniela.bernardes@ybridaconsultoria.com.br

https://ybridaconsultoria.com.br/contato/